Perito Prof. Sebastião Edison Cinelli

Tel. (11) 3285-1258

Cel. (11) 99653-0221
cinelli_perito@uol.com.br

 

Grafoscopia


A escrita é função eminentemente cerebral-central.


Pode-se então definir que o Gesto Gráfico é expressão de uma personalidade no tempo eno espaço (como uma expressão de nosso centros psíquicos), assim o Traço (unidade gráfica como denominamos = grama) acha-se em correspondência, de um lado com as variedades de constituição do sistema nervoso e de outro com as modificações momentâneas desse mesmo sistema, ligados aos fenômenos psíquicos, dos quais respondem uns a outros.


Cada um de nós possuímos uma forma gráfica dominante. Esclareço a vocês que toda personalidade vibra ao se estabelecerem os vários rítmos gráficos (fluidez dos movimentos).



Convém nunca esquecer que o Gesto Gráfico é o mais fino dos Gestos, da mesma forma que o mecanismo muscular e nervoso é o mais complexo de todo nosso, organismo.



O Gesto Gráfico de que nós nos servimos torna-se assim, um elemento identificador, da mesma forma que o é as nossas cristas epidérmicas - as linhas digitais de nossos dedos.


Podemos então definir a GRAFOSCOPIA-GRAFOTÉCNICA, ainda como um capítulo da DOCUMENTOSCOPIA, que tem por princípio determinar a autenticidade ou falsidade de uma escrita ou assinatura, e, se, falso, determinar o seu autor.

A GRAFOLOGIA, visa também o estudo da escrita, porém com a finalidade de conhecer a personalidade, o caráter do HOMEM.


As duas disciplinas, se interligam, tornando-se importante em várias atividades profissionais, como por exemplo:


Nas fraudes gráficas em todas as suas modalidades, os anonimógrafos, notadamente em casos de sequestros, em RH e na seleção de pessoal, junto ao campo médico, com os estudos da grafopatologia, no treinamento para caixas executivos na rede bancária, nas empresas de factoring, etc...)


Vemos então que as duas disciplinas se interlagam e que, nas divisões por assunto, vemos algo em comum. Procuro, assim demonstrar uma integração e relacionamento entre as duas disciplinas, quanto aos estudos de seus componentes, assim:





grafoscopia                                    grafologia

ritmo (fluidez da escrita)                    ritmo (fluidez da escrita)

pressão                                            pressão 

espontaneidade dos traços                 espontaneidade dos traços

velocidade ou progressão                   velocidade ou progressão

inclinação dos eixos                           inclinação dos eixos

ligações com as seguintes                  ligações com as seguintes - etc.

                                                        entre outras formas gráficas



O grafólogo deve ter espírito observador e muita atenção.


O perito grafotécnico ou documentoscópico deve ter o olho de perdiz, do gavião, ser conhecedor das características e formas básicas que dão origem ao traço; saber identificar as várias modalidades de grafias, conhecer os diferentes fatores que dão origem aos grafismos, e os vários procedimentos de fraudes e das falsificações como os decalques (direto e o indireto) a cópia servil, a cópia exercitada, a falsificação de memória, auto-falsificação, simulação de falso, etc.